magazine

Saiba as novidades e notícias da Eurofutton

Dorme como um leão ou um golfinho? Um especialista em sono explica

quarta-feira, 05 setembro 2018
Noticias ao minuto
istock

‘Cronotipo de sono’ é a expressão utilizada pelo Today, que explica ser o que difere os seres humanos e distingue aqueles que acordam cheios de energia dos que não conseguem ser produtivos antes da hora de almoço.
Para entender melhor estas divergências entre relógios biológicos, que é o que nos faz acordar com maior ou menor facilidade, bem como ser maior produtivo à noite ou de manhã, Michael Breus , especialista em sono, relaciona espécies de animais aos vários tipos de comportamento humano associado ao sono.
Ao identificar-se a um destes casos, vai saber ajustar melhor a sua rotina em vez de tentar seguir os conselhos de alguém que tenha um relógio biológico diferente do seu.
Posto isto, veja ‘que animal é’:
Leão: Os leões são animais racionais, estáveis e práticos, refere Breus, por isso as pessoas que têm este cronotipo – entre 15 a 20% da população mundial, segundo o especialista, são aquelas que tendem a priorizar a sua saúde e interações positivas.
Prioridades definidas, o mais aconselhado a este tipo de pessoas é que acordem cedo e ‘despachem’ a maior parte das tarefas propostas para aquele dia durante a manhã. Planeia o dia e guarde as tarefas menos intensas para o final do dia – exercício físico inclusive. Assim, vai estar pronto para dormir cedo e consequentemente acordar cheio de energia, e bem cedo, no dia seguinte.

Urso: A maioria das pessoas “é um urso”, aponta o especialista que especifica a percentagem de 50% para este cronotipo. São pessoas que tendem a evitar conflitos e para quem a prioridade é a felicidade que se traduz em momentos de socialização e livres de stress.
Segundo os horários socialmente estipulados, as pessoas com o cronotipo de urso devem acordar entre as 7 e as 8h da manhã, ou seja, próximo do horário de trabalho o que não dá grande espaço para realizar outras tarefas antes de entrar no escritório. Evite deitar-se muito tarde, pois o dia tende a ser cheio, já que na agenda as reuniões e tarefas de trabalho são tão importantes quanto o copo ao final do dia – e há tempo para tudo, basta agilizar a agenda.

Lobo: Não são poucos aqueles que se auto-definem como ‘pessoas noturnas’. Estima-se que entre 15 e 20% da população tenha o cronotipo do lobo, que se associa aos indivíduos que têm grande dificuldade em acordar de manhã e é à tarde que são bem mais energéticos. Porque os horários sociais nem sempre estão de acordo com os ‘dos lobos’, este tipo de pessoa tende a ser por vezes algo pessimista. Para o contrariar, organize-se de modo a garantir que o máximo de tarefas possíveis são concluídas ao final do dia. Se não o pode fazer com o trabalho, garanta que o treino e os encontros sociais acontecem sempre ao final do dia e opte pelas tarefas mais básicas para de manhã.

Golfinho: Este é o cronotipo com que menos pessoas se identificam (apenas 10% da população).
Os golfinhos lutam constantemente contra a insónia. Têm um sono bastante sensível que se conjuga com uma tendência para o perfecionismo que, não atingindo, leva ao stress que não o deixa dormir.
A quem se depara com tais questões, experimentar diversas soluções apontadas aos casos de problemas de sono é aconselhado, mas em vários casos, uma sesta poderá ajudar a que se seja um pouco mais produtivo, já que é à tarde, quando estão mais dispersos, que estes indivíduos tendem a aumentar o stress que advêm das tarefas que ainda não conseguiu concluir.

partilhe está página
subscrever a nossa newsletter
Receba em primeira mão as nossas notícias e novidades
Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais